Programa de residência multiprofissional em saúde: fortalecendo a integração profissional em contextos reais de aprendizagem

Autores

  • Alessandra dos Santos Tavares Vieira Universidade do Estado do Pará (UEPA)
  • Ana Daniela Silva da Silveira
  • Michelle Castro da Silva Holanda
  • Liliane Silva do Nascimento

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v8i3.649

Resumo

Introdução: Historicamente, constata-se as inúmeras tentativas de alterar a forma que os serviços de saúde são ofertados, extremamente curativista e mutilador, além de considerar a saúde de forma isolada, altamente especializada e pouco humanizada. Diante disso o Sistema Único de Saúde (SUS) juntamente com o Ministério da Saúde (MS) e Ministério da Educação (MEC) propuseram o Programas de Residências Multiprofissionais responsáveis por qualificar os recursos humanos com objetivo de promover atenção à saúde da população em equipe a qual pertence vários profissionais. Objetivos: Relatar a experiência vivenciada pelos residentes do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Família de Belém – PA Métodos: O programa de residência é uma modalidade de pós-graduação lato sensu.  No estado do Pará contempla atualmente as categorias profissionais de enfermagem, fisioterapia, terapia ocupacional e odontologia. Preconiza pelo nível de assistência da  Atenção primária, compreendendo em teoria com eixos específicos, transversais e comum, e também em prático, onde no primeiro momento somos inseridos na assistência e em outro  na gestão desses serviços, onde as atividades são realizadas com todos os diferentes profissionais que compõem o programa de residência. Resultados: A vivência proporcionada pela residência fez com que conseguíssemos compreender sobre as especificidades de cada profissional bem como sua importância. Além de nos fazer repensar nossa prática até o momento baseada na graduação com enfoque quase que exclusivamente curativista, além  de termos tido a oportunidade de estarmos em contato com a realidade sociocultural e do próprio serviço de saúde ofertado. Conclusões: A residência multiprofissional em saúde é importante por proporcionar uma formação de profissionais para o sistema de saúde, transformando sua visão para a o trabalho em equipe e sobretudo na atenção das ações voltadas para o cuidado e valorização do autocuidado em saúde da população.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-19

Como Citar

1.
Vieira A dos ST, Silveira ADS da, Holanda MC da S, Nascimento LS do. Programa de residência multiprofissional em saúde: fortalecendo a integração profissional em contextos reais de aprendizagem. J Manag Prim Health Care [Internet]. 19º de setembro de 2018 [citado 16º de agosto de 2022];8(3):35-. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/649