Percepção dos profissionais, professores e estudantes da área da saúde quanto ao trabalho em equipes multiprofissionais e a geração e compartilhamento de informações

Autores

  • Patricia Ester Fendrich Magri Univille
  • Sandra Aparecida Furlan
  • Aline Andreia Marques Volkweis

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v8i3.635

Resumo

Gestão do conhecimento(GC) é inovação, em especial no trabalho em equipes. Segundo Stefano et al. (2014), GC é um conjunto de processos para produção e difusão do conhecimento em organizações. Trabalho em equipes é aquele constituído por profissionais de diferentes formações, que estão dispostos a ensinar, aprender e compartilhar de maneira colaborativa. Este estudo teve por objetivo analisar a percepção dos profissionais, professores e estudantes da área da saúde vinculados a Univille quanto ao trabalho em equipes e a gestão do conhecimento. A pesquisa foi do tipo exploratória e utilizou como instrumento um formulário Googledocs, com afirmações e três categorias de respostas. Responderam ao questionário onze profissionais de saúde, dezenove professores e duzentos e noventa e seis estudantes. Os participantes teriam que ter vínculo com os cursos da área da saúde da Univille e Atenção Básica. Os resultados indicam que 100% dos professores e profissionais da saúde e 90,8% dos estudantes concordam que é importante o incentivo ao trabalho em equipes. Quando perguntados se o trabalho multiprofissional  contribui  para gerar novos conhecimentos, 87,1% dos estudantes e 100% dos professores e profissionais concordaram que sim. Sobre o compartilhamento de informações, 100% dos profissionais  que responderam ao instrumento, concordam que o trabalho multiprofissional em saúde contribui para o compartilhamento de informações. Já a maior parte dos professores (55 %)   e dos estudantes (39,5%), responderam que não concordam e nem discordam dessa afirmação. Com estes resultados é possível inferir que há consenso quanto a importância do incentivo ao trabalho em equipes multiprofissionais de saúde e que esse contribui para gerar novos conhecimentos, A fragilidade encontrada está no compartilhamento de informações o que sugere a necessidade de se estabelecer processos que possam garantir a disseminação do que é produzido entre os profissionais, estudantes e professores

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-09-19

Como Citar

1.
Magri PEF, Furlan SA, Volkweis AAM. Percepção dos profissionais, professores e estudantes da área da saúde quanto ao trabalho em equipes multiprofissionais e a geração e compartilhamento de informações. J Manag Prim Health Care [Internet]. 19º de setembro de 2018 [citado 16º de agosto de 2022];8(3):23-. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/635