Diagnósticos de Enfermagem segundo a Taxonomia II da NANDA internados em uma unidade de terapia intensiva de Imperatriz, Maranhão

  • Rodson Glauber Ribeiro Chaves UNIVERSIDADE FEDERAL DO ARMANHÃO
  • Simony Fabiola Sousa Nunes Universidade Federal do Maranhão
  • Claúdia Sousa Fidelis Fidélis Universidade Federal do Maranhão

Resumo

 

Teve como objetivo identificar os principais DE, segundo a Taxonomia II da Nort American Nursing Diagnosis Association (NANDA), apresentados pelos pacientes internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Estudo descritivo, do tipo transversal, com abordagem quantitativa de análise de dados, realizado na UTI, do Hospital Municipal de Imperatriz, MA, com uma amostra intencional de 40 pacientes. Foi evidenciado um total de 21 DE. Dentre estes, dez apresentaram frequência ≥ 70%, destacando-se: risco de infecção (100%), integridade da pele prejudicada (100%), ventilação espontânea prejudicada (95,0%), débito cardíaco diminuído (80,0%), mobilidade no leito prejudicada (75,0%), troca de gases prejudicada (82,5%), conforto prejudicado (77,5%), interação social prejudicada (75,0%), processos familiares interrompidos (72,5%) e comunicação verbal prejudicada (70,0%). Os DE mais frequentes estiveram relacionados aos domínios segurança/proteção e atividade/repouso, os quais denotam as necessidades fisiológicas como as mais comuns da amostra estudada.O uso do DE se torna importante na rotina de trabalho de uma UTI, pois ele tem a função de guiar e justificar as intervenções de enfermagem, com uma linguagem de enfermagem reconhecida.Diante do exposto, percebe-se a relevância da identificação dos DE, pois a delimitação destes mostra-se imprescindíveis para uma assistência de qualidade fundamentada no conhecimento científico.

 

Biografia do Autor

Rodson Glauber Ribeiro Chaves, UNIVERSIDADE FEDERAL DO ARMANHÃO
Rodson Glauber Ribeiro Chaves, Enfermeiro, Graduado na Universidade Federal do Maranhão. Professor da Universidade Federal do Maranhão
Simony Fabiola Sousa Nunes, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira
Claúdia Sousa Fidelis Fidélis, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira
Publicado
02-02-2014
Como Citar
1.
Chaves R, Nunes S, Fidélis C. Diagnósticos de Enfermagem segundo a Taxonomia II da NANDA internados em uma unidade de terapia intensiva de Imperatriz, Maranhão. JMPHC [Internet]. 2fev.2014 [citado 20jun.2019];4(3):157. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/183