Meta-avaliação de intervenções comunitárias de promoção da atividade física

Palavras-chave: Avaliação em Saúde, Atividade Motora, Promoção da Saúde

Resumo

Estudos avaliativos demonstram a efetividade de intervenções comunitárias de atividade física, sendo escassos os que analisem a sua qualidade. Objetivou-se identificar e analisar a qualidade de artigos originais sobre intervenções comunitárias de promoção de atividade física publicados de 2007 a 2019 nas bases de dados: Medline, SciELO e LILACS. Aplicaram-se os parâmetros propostos pela Joint Committee on Standards for Educational Evaluation – JCSEE, e critérios de especificidade referentes à avaliação de ações de promoção de saúde comunitária. Os estudos incluídos (doze) foram descritos segundo características das intervenções avaliadas, abordagens avaliativas empregadas, e principais resultados. A utilização de abordagens avaliativas para ações multiestratégicas e complexas, a exemplo das intervenções comunitárias de atividade física, ainda é restrita.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Cazarin, Instituto de Medicina Integral Prof. Fernando Figueira (IMIP)

Grupo de Estudos de Gestão e Avaliação em Saúde/Diretoria de Ensino e Pesquisa

Emmanuelly Correia Lemos, Universidade de Pernambuco- UPE

Grupo de Pesquisa em Estilos de Vida e Saúde-GPES/UPE

Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco

Ana Cláudia Figueiró, Instituto Aggeu Magalhães/Fundação Oswaldo Cruz

Departamento de Saúde Coletiva

Sónia Ferreira Dias, Escola Nacional de Saúde Pública/Universidade Nova de Lisboa

Centro de Investigação em Saúde Pública (CISP/PHRC), Lisboa, Portugal.

Referências

Ribeiro AG, Cotta RM, Ribeiro SMR. A promoção da saúde e a prevenção integrada dos fatores de risco para doenças cardiovasculares. Cienc Saude Colet. 2012;17(1):7-17. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012000100002.

Giraldo AED, Gomes GAO, Serafim THS, Zorzeto LP, Aquino DC, Kokubun E. Influência de um programa de exercícios físicos no uso de serviços de saúde na Atenção Básica de Saúde do município de Rio Claro, SP. Rev Bras Ativ Fis Saude. 2013;18(2):186-96. https://doi.org/10.12820/rbafs.v.18n2p186

Malta DC, Castro AC, Gosch AM, Scolari C, Cruz DKA, Bressan A, et al. Política Nacional de Promoção da Saúde e a agenda da atividade física no contexto do SUS. Epidemiol Serv Saude. 2009;18(1):79-86. http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742009000100008.

Hoehner CM, Soares J, Perez DP, Ribeiro IC, Joshu CE, Pratt M, et al. Physical activity interventions in Latin America: a systematic review. Am J Prev Med. 2008;34(3):224–33. http://dx.doi.org/10.1016/j.amepre.2007.11.016.

Hoehner CM, Ribeiro IC, Parra DC, Reis RS, Azevedo MR, Hino A, et al. physical activity interventions in Latin America expanding and classifying the evidence. Am J Prev Med. 2013;44(3):31-40. http://dx.doi.org/10.1016/j.amepre.2012.10.026.

Boutilier MA, Rajkumar E, Poland BD, Tobin S, Badgley RF. Com¬munity action success in public health: are we using a ruler to measure a sphere? Can J Public Health. 2001;92(2):90-4. O http://dx.doi.org/10.1007/BF03404937.

Champagne F, Brousselle F, Hartz ZMA, Contandriopoulos A-P. Modelizar as intervenções. In: Brousselle A, Champagne F, Contandriopoulos A-P, et al., organizadores. Avaliação conceitos e métodos. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2011. p. 61-77.

Carvalho AI, Bodstein RC, Hartz ZMA, Matida AH. Concepts and approaches in the evaluation of health promotion. Cienc Saude Colet. 2004;9(3):521-9. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232004000300002.

Potvin L. Why we should be worried about evidence-based practice in health promotion. Rev Bras Saude Matern Infant. 2005;5(suppl.1):S93-7. http://dx.doi.org/10.1590/S1519-38292005000500010.

Luz MT. Complexidade do campo da Saúde Coletiva: multidisciplinaridade, interdisciplinaridade, e transdisciplinaridade de saberes e práticas - análise sócio histórica de uma trajetória paradigmática. Saude Soc. 2009;18(2):304-11. http://dx.doi.org/10.1590/S0104-12902009000200013.

Akerman M, Mendes BR, Bógus CM, Westphal MF, Bichir A, Pedroso ML. Avaliação em promoção da saúde: foco no município saudável. RevSaude Publica. 2002;36(5):638-46. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102002000600016.

Hartz ZMA, Goldberg C, Figueiró AC, Potvin L. Multi-strategy in the evaluation of health promotion community interventions: an indicator of quality. In: Potvin L, McQueen DV, editors. Health promotion evaluation practices in the Americas: values and research. New York: Springer; 2009. p. 253-67.

Akerman M. Avaliação participativa em promoção da saúde: um exercício de aprendizagem coletiva, reflexivo e contínuo. In: Tanaka OY, Ribeiro EL, Almeida CAL, organizadores. Avaliação em Saúde: contribuições para incorporação no cotidiano. Rio de Janeiro: Atheneu; 2017. p. 71-91.

Mantoura P, Gendron S, Potvin L. Participatory research in public health: Creating innovative alliances for health. Health Place. 2007;13(2):440-51. http://dx.doi.org/10.1016/j.healthplace.2006.05.002.

Mantoura P, Potvin L. A realist-constructionist perspective on participatory research in health promotion. Health Prom Int. 2012;28(1):61-72. http://dx.doi.org/10.1093/heapro/das037.

Hartz ZMA, Santos EM, Matida, AH. Promovendo e analisando o uso e a influência das pesquisas avaliativas. In: Hartz ZMA, Felisberto E, Silva LMV, organizadores. Meta-avaliação da atenção básica: teoria e prática. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2008. p. 169-87.

Hartz ZMA. Princípios e padrões em meta-avaliação: diretrizes para os programas de saúde. Cienc Saude Colet. 2006;11(3):733-8. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232006000300020.

Santos EM, Natal S. Avaliando avaliações. In: Santos EM, Natal S, organizadores. Dimensão técnico-operacional: unidade didático-pedagógica: meta-avaliação. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2006. p. 93-9. (Série ensinando avaliação).

Contandriopoulos A-P. Avaliar a avaliação. In: Brousselle A, Champagne F, Contandriopoulos A-P, et al., organizadores. Avaliação conceitos e métodos. Rio de Janeiro: Fiocruz; 2011. p. 263-273.

Figueiró AC, Felisberto E, Dubeux LS, Samico IC. Avaliando as avaliações: meta-avaliação, uma introdução ao tema. In: Samico IC, Felisberto E, Figueiró AC, et al., organizadores. Avaliação em Saúde: bases conceituais e operacionais. Rio de Janeiro: Medbook; 2010. p. 161-171.

Sampaio RF, Mancini MC. Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Rev Bras Fisioter. 2007;1(11):83-9. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-35552007000100013.

Higgins JPT, Green S, editors. Cochrane handbook for systematic reviews of interventions, version 5.1.0 [Internet]. Oxford: The Cochrane Collaboration; 2011 [updated Mar 2011; citado 12 maio 2015]. Disponível em: http:// handbook.cochrane.org/.

Becker LA, Gonçalves PB, Reis RS. Programas de promoção da atividade física no Sistema Único de Saúde brasileiro: revisão sistemática. Rev Bras Ativ Fis Saude. 2016;21(2):110-22. https://doi.org/10.12820/rbafs.v.21n2p110-122.

Galvão TF, Pereira MG. Revisões sistemáticas da literatura: passos para sua elaboração. Epidemol Serv Saude. 2014;23(1):183-4. http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742014000100018.

Pereira MG, Galvão TF. Etapas de busca e seleção de artigos em revisões sistemáticas da literatura. Epidemiol Serv Saude. 2014;23(2):369-71. http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742014000200019.

Hill MM, Hill A. Investigação por questionário. 2aed. Lisboa: Silabo; 2008.

Costa JMBS, Silva VL, Samico IC, Cesse, EAP. Desempenho de intervenções de saúde em países da América Latina: uma revisão sistemática. Rev Saude Debate. 2015;39(n.esp):307-19. http://dx.doi.org/10.5935/0103-1104.2015S005307.

Draper CE, Kolbe-Alexander TL, Lambert EV. A retrospective evaluation of a community-based physical activity health promotion program. J Phys Act Health 2009;6(5):578-88. http://dx.doi.org/10.1123/jpah.6.5.578

Dubuy V, De Cocker KA, De Bourdeaudhuij IM, Maes L, Metsu P, Van Acker R, et al. ‘10 000 Steps Flanders’: evaluation of the state-wide dissemination of a physical activity intervention in Flanders. Health Educ Res. 2013;28(3):546-51. https://doi.org/10.1093/her/cyt039.

Byrne L, Ogden K, Lee S, Ahuja K, Watson G, Bauman A, et al. Mixed-method evaluation of a community-wide physical activity program in Launceston, Australia. Health Promot J Austr. 2019;30 (Suppl 1):1-12. https://doi.org/10.1002/hpja.241.

Mendonça BC, Oliveira AC, Toscano JJO, Knuth AG, Borges TT, Malta DC, et al. Exposure to a community-wide physical activity promotion program and leisure-time physical activity in Aracaju, Brazil. J Phys Act Health. 2010;7(Suppl 2):S223-8. https://doi.org/10.1123/jpah.7.s2.s223.

Norwood P, Eberth B, Farrar S, Anable J, Ludbrook A. Active travel intervention and physical activity behaviour: an evaluation. Soc Sci Med. 2014;113:50-8. https://doi.org/10.1016/j.socscimed.2014.05.003.

Reis RS, Hino AA, Cruz DK, Silva Filho LE, Malta DC, Domingues MR, et al. Promoting physical activity and quality of life in Vitoria, Brazil: evaluation of the Exercise Orientation Service (EOS) program. J Phys Act Health. 2014;11(1):38-44. https://doi.org/10.1123/jpah.2012-0027.

Hallal PC, Reis RS, Hino AAF, Santos, MS, Grande D, Krempel MC, et al. Avaliação de Programas Comunitários de Promoção da Atividade Física: o Caso de Curitiba, Paraná. Rev Bras Ativ Fis Saúde. 2009;14(2):104-14. https://doi.org/10.12820/rbafs.v.14n2p104-114.

Parra DC, McKenzie TL, Ribeiro IC, Hino AAF, Dreisinger M, Coniglio K, et al. Assessing physical activity in public parks in Brazil using systematic observation. Am J Public Health. 2010;100(88):1420-6. https://doi.org/10.2105/AJPH.2009.181230.

Fernandes AP, Andrade ACS, Ramos CGC, Friche AAL, Dias MAS, Xavier CC, et al. Leisure-time physical activity in the vicinity of Academia da Cidade Program in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil: the impact of a health promotion program on the community. Cad Saude Publica. 2015;31(Suppl.1):195-207.https://doi.org/10.1590/0102-311X00104514.

Baba CT, Oliveira IM, Silva AEF, Vieira LM, Cerri NC, Florindo AA, et al. Evaluating the impact of a walking program in a disadvantaged area: using the RE-AIM framework by mixed methods. BMC Public Health. 2017;17(1):709. doi: https://doi.org/10.1186/s12889-017-4698-5.

Fernandes AP, Andrade ACS, Costa DA, Dias MAS, Malta DC, Caiaffa WT. Programa academias da saúde e a promoção da atividade física na cidade: a experiência de Belo Horizonte, MG, Brasil. Cienc Saude Colet. 2017;22(12):3903-14. https://doi.org/10.1590/1413-812320172212.25282017.

Andrade ACS, Mingoti SA, Fernandes AP, Andrade RG, Friche AAL, Xavier CC, et al. Neighborhood-based physical activity differences: Evaluation of the effect of health promotion program. PLoS One. 2018 Feb 5;13(2):e0192115. http://dx.doi.org/doi10.1371/journal.pone.0192115. eCollection 2018.

Ferreira AD, César CC, Malta DC, Andrade ACS, Ramos CGC, Proietti FA, et al. Leisure-time physical activity in the vicinity of Academias da Cidade Program in Belo Horizonte, Minas Gerais State, Brazil: the impact of a health promotion program on the community. Cad Saude Publica. 2015;31(suppl.1):195-207. http://dx.doi.org/10.1590/0102-311X00104514.

Hallal PC, Dumith SC, Bastos JP, Reichert FP, Siqueira FV, Azevedo MR. Evolução da pesquisa epidemiológica em atividade física no Brasil: revisão sistemática. Rev Saude Publica. 2007;41(3):453-60. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102007000300018.

Cecílio LCO, Andreazza R, Carapinheiro G, Araújo EC, Oliveira LA, Andrade MGG, et al. A Atenção Básica à Saúde e a construção das redes temáticas de saúde: qual pode ser o seu papel? Ciênc Saúde Colet 2012;17(11):2893-902. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012001100006.

Simões EJ, Hallal PC, Siqueira FV, Schmaltz C, Menor D, Malta DC, et al. Effectiveness of a scaled up physical activity intervention in Brazil: a natural experiment. Prev Med. 2017 Oct;103S:S66-S72. http://dx.doi.org/10.1016/j.ypmed.2016.09.032.

Publicado
03-09-2020
Como Citar
1.
Cazarin G, Machado JEC, Lemos EC, Figueiró AC, Dias SF. Meta-avaliação de intervenções comunitárias de promoção da atividade física. J Manag Prim Health Care [Internet]. 3º de setembro de 2020 [citado 24º de setembro de 2020];12:1-22. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/974
Seção
Revisão da Literatura