Saberes e práticas de médicos e enfermeiros relativos ao pré-natal odontológico

Autores

  • Rejane Marques Pereira Faculdade Independente do Nordeste
  • Suélem Maria Santana Pinheiro Ferreira Universidade Estadual de Feira de Santana
  • Rogério Vieira Silva Faculdade Independente do Nordeste
  • Jinária Fernandes da Silva Faculdade Independente do Nordeste
  • Isis Cardoso Benício dos Santos Faculdade Independente do Nordeste

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v10i0.564

Palavras-chave:

Conhecimentos, Atitudes e Prática em Saúde, Cuidado Pré-Natal, Saúde Bucal

Resumo

O pré-natal odontológico visa identificar riscos à saúde bucal, necessidade de tratamento odontológico e promover a educação para a saúde materno-infantil. Objetivou-se descrever conhecimentos e práticas de médicos e enfermeiros envolvidos no cuidado pré-natal referentes à saúde bucal de gestantes na atenção básica de saúde de Vitória da Conquista, BA, em 2015. Trata-se de um estudo transversal, censitário e descritivo realizado com médicos e enfermeiros da atenção básica. Aplicou-se questionário objetivo para investigação socioeconômica, dos conhecimentos e ações em saúde bucal no pré-natal. Os dados foram analisados de forma descritiva com frequências absolutas e relativas, e medidas de tendência central e dispersão, através do SPSS. Dos 54 entrevistados, 68,5% estão inseridos em Unidade de Saúde da Família, com atuação média de 18 meses; 68,5% são enfermeiros. Apenas 38,9% participaram do curso introdutório da atenção básica, mas sem abordagem sobre a saúde bucal de gestantes (66,7%). A maioria (96,3%) considerou o contato da gestante com o cirurgião-dentista importante independente de queixa bucal; 75,5% incentivam as gestantes a procurarem atendimento odontológico, porém apenas 20,4% realizam inspeção visual da cavidade oral regularmente. As discussões com o Cirurgião-Dentista são raras (25,9%) ou ausentes (31,5%), e alguns mitos ainda persistem entre os profissionais, como a contraindicação de radiografia (57,7%) e procedimentos cirúrgicos para gestantes (35,2%). Conclui-se que os profissionais demonstraram maior conhecimento sobre questões gerais do pré-natal odontológico, em detrimento de aspectos norteadores de práticas. Além disso, houve baixa participação no cuidado compartilhado, com transferência da responsabilidade sobre a saúde bucal exclusivamente para o dentista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rejane Marques Pereira, Faculdade Independente do Nordeste

Curso de Odontologia

Suélem Maria Santana Pinheiro Ferreira, Universidade Estadual de Feira de Santana

Área de Saúde Coletiva, Departamento de Ciências da Vida

Rogério Vieira Silva, Faculdade Independente do Nordeste

Curso de Odontologia

Jinária Fernandes da Silva, Faculdade Independente do Nordeste

Curso de Odontologia

Isis Cardoso Benício dos Santos, Faculdade Independente do Nordeste

Curso de Odontologia

Referências

Verdi MIM, Ros MA, Souza LRA. Saúde e sociedade. 2a ed. Florianópolis: UFSC; 2012.

Moreira MR, Santin GC, Matos LG, Gravina DBL. Pré-natal odontológico: noções de interesse. J Manag Prim Healh Care. 2015;6(1):77-85. https://doi.org/10.14295/jmphc.v6i1.234.

Peixoto CR, Freitas LV, Teles LMR, Campos FC, Paula PF, Damascendo AKC. O pré-natal na atenção primária: o ponto de partida para reorganização da assistência obstétrica. Rev Enferm UERJ. 2011;19(2):286-91.

Kloetzel MK, Huebner CE, Milgrom P. Referrals for dental care during pregnancy. J Midwifery Womens Health. 2011;56(2):110-7. https://doi.org/10.1111/j.1542-2011.2010.00022.x.

Vanterpoo lSF, Been JV, Houben ML, Nikkels PGJ, DeKrijger RR, Zimmermann LJI, et al. Porphyromonas gingivalis within Placental Villous Mesenchyme and Umbilical Cord stromaIs Associated with Adverse Pregnancy Outcome. PLoS ONE. 2016 Jan 5;11(1):e0146157. https://doi.org/10.1371/journal.pone.0146157.

Henry JA, Muthu MS, Swaminathan K, Kirubakaran R. Do oral health educational programmes for expectant mothers prevent early childhood caries? Systematic review. Oral Health Prev Dent. 2017;15(3):215-21. https://doi.org/10.3290/j.ohpd.a38522.

Wigen TI, Wang NJ. Maternal health and lifestyle and caries experience in preschool children. A longitudinal study from pregnancy to age 5 years. Eur J Oral Sci. 2011;119(6):463-8. https://doi.org/10.1111/j.1600-0722.2011.00862.x.

Pinheiro-Ferreira SMS, Silva JF, Silva RV, Pinheiro ES, Batista LD, Fernandes CG. Conhecimento em saúde bucal do bebê e expectativa relativa ao pré-natal odontológico: retrato de um município baiano de grande porte. Rev Fac Odontol Lins. 2015;25(2):19-30. http://dx.doi.org/10.15600/2238-1236/fol.v25n2p19-30.

Araújo SM, Pohlmann CS, Reis VG. Conhecimento e atitudes dos médicos ginecologistas/obstetras a respeito da saúde bucal da gestante. Rev Fac Odontol UPF. 2009;14(3):190-6. https://doi.org/10.5335/rfo.v14i3.808.

Moimaz SAS, Saliba TA, Arcieri RM, Lofego L, Saliba NA. Atenção à saúde maternoinfantil e saúde bucal nos ciclos do PMAQ-AB. J Manag Prim Healh Care. 2018; 9:e1. https://doi.org/10.14295/jmphc.v9i0.315.

Geniole LAI, Vieira CCA, Kodjaoglanian VL, Martins CCV. Assistência de enfermagem por ciclos de vida. Campo Grande (MS): Ed. UFMS, Fiocruz Unidade Cerrado Pantanal; 2011.

Venancio EQ, Venancio de Paula EMQ, Imada SR, Reis CB. A percepção do enfermeiro da saúde da família sobre saúde bucal na gestação. Cien Cuidado Saude. 2011;10(4):812-9. http://dx.doi.org/10.4025/cienccuidsaude.v10i4.18327.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IGBE). População estimada: IBGE. Estimativas da população residente com data de referência 1o de julho de 2015 [citado em 7 ago. 2015]. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ba/vitoria-da-onquista/panorama.

George A, Dahlen HG, Reat J, Ajwani S, Bhole S, Korda A, et al. What do antenatal care providers understand and do about oral health care during pregnancy: a cross-sectional survey in New South Wales, Australia. BMC Pregnancy Childbirth. 2016;16(1):382. https://dx.doi.org/10.1186%2Fs12884-016-1163-x.

Govindasamy R, Narayanan M, Balaji VR, Dhanasekaran M, Balakrishnan K, Christopher A. Knowledge, awareness, and practice among gynecologists, medical practitioners and dentists in Madurai regarding association between periodontitis and pregnancy outcomes. J Indian Soc Periodontol. 2018;22(5): 447-50. https://doi.org/10.4103/jisp.jisp_164_18.

Hashim R, Akbar M. Gynecologists’ knowledge and attitudes regarding oral health and periodontal disease leading to adverse pregnancy outcomes. J Int Soc Prev Community Dent. 2014;4(Suppl 3):S166–72. https://doi.org/10.4103/2231-0762.149028.

Costa IS. Da mudança de modelo ao modelo de mudança: um estudo sobre o curso introdutório do PSF [dissertação]. Rio de Janeiro: Universidade do Estado do Rio de Janeiro; 2008.

Mendes CLA. Perfil do profissional médico na Estratégia de Saúde da Família no município do Rio de Janeiro: um modelo em transição [dissertação]. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca; 2015.

Peduzzi M. Equipe multiprofissional de saúde: conceito e tipologia. Rev Saúde Pública. 2001;35(1):103-9. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102001000100016.

Fernandes HN, Thofehrn MB, Porto AR, Amestoy SC, Jacondino MB, Soares MR. Interpersonal relationships in work of multiprofessional team of family health unit. Rev Pesqui Cuidado Fundam Online. 2015;7(1):1915-26. http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.1915-1926.

Medeiros CS, Carvalho RN, Cavalcanti PB, Salvador AR. O processo de (des)construção da multiprofissionalidade na Atenção Básica: limites e desafios a efetivação do trabalho em Equipe na Estratégia Saúde da Família Em João Pessoa-PB. Rev Bras Cienc Saude. 2011;15(3):319-28.

Codato LAB, Nakama L, Cordoni-Junior L, Higasi MS. Atenção odontológica à gestante: papel dos profissionais de saúde. Ciênc Saúde Colet. 2011;16(4):2297-301. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232011000400029.

Catão CDS, Gomes TA, Rodrigues RQF. Evaluation of the knowledge of pregnant women about the relationship between oral diseases and pregnancy complications. Rev Odontol UNESP. 2015;44(1):59-65. http://dx.doi.org/10.1590/1807-2577.1078.

Almeida-Filho N. Transdisciplinaridade e saúde coletiva. Cien Saude Colet. 1997;2(1-2):5-20. http://dx.doi.org/10.1590/1413-812319972101702014.

Andrade RS, Caldas LBSN, Falcão MLP, Goes PSA. Processo de trabalho em unidade de saúde da família e a educação permanente. Trab Educ Saúde. 2016;4(2):505-21. http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sip00108.

Downloads

Publicado

18-09-2019

Como Citar

1.
Pereira RM, Pinheiro Ferreira SMS, Silva RV, da Silva JF, dos Santos ICB. Saberes e práticas de médicos e enfermeiros relativos ao pré-natal odontológico. J Manag Prim Health Care [Internet]. 18º de setembro de 2019 [citado 29º de fevereiro de 2024];10. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/564