Internações por condições sensíveis à atenção ambulatorial tabaco-relacionadas: perfil de um município de grande porte

Autores

  • Leonardo Henriques Portes Escola Nacional de Saúde Pública - Fiocruz
  • Jane Azevedo da Silva Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Maria Teresa Bustamante Teixeira Universidade Federal de Juiz de Fora
  • Luiz Cláudio Ribeiro Universidade Federal de Juiz de Fora

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v4i2.175

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Hospitalização, Tabagismo.

Resumo

Considerando que são necessários mais estudos que relacionem as Internações por Condições sensíveis à Atenção Ambulatorial ICSAA com a efetividade dos serviços na Atenção primária à Saúde (APS) e a importância da realização de pesquisas que relacionem o tabagismo com as ICSAA, esta pesquisa teve a intenção de estabelecer o perfil das ICSAA tabaco-relacionadas referentes ao município de Juiz de Fora/MG. Para tal, foi feita a descrição estatística das ICSAA tabaco-relacionadas a partir de uma base de dados secundários com informações do Sistema de Informações Hospitalares do SUS (SIH-SUS), referentes ao ano de 2008. As ICSAA representaram 17,7% do total de hospitalizações no município, sendo que 43,7% das ICSAA foram tabaco-relacionadas. Deste grupo, 56,3% corresponderam ao sexo masculino e 23,7% à região leste de Juiz de Fora. As ICSAA tabaco-relacionadas estiveram associadas majoritariamente a indivíduos com faixas etárias mais avançadas. O estabelecimento do perfil das ICSAA tabaco-relacionadas pode-se configurar como uma linha de base que poderá subsidiar profissionais e gestores no acompanhamento da implantação das ações a nível local associadas à evolução histórica das ICSAA tabaco-relacionadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Henriques Portes, Escola Nacional de Saúde Pública - Fiocruz

Fisioterapeuta e mestre em Saúde Coletiva pela Universidade Federal de Juiz de Fora.Doutorando em Saúde Pública pela Escola Nacional de Saúde Pública - Fiocruz

Jane Azevedo da Silva, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Saúde Coletiva. Professora adjunta do Departamento de Estatística da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Maria Teresa Bustamante Teixeira, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutora em Saúde Coletiva. Professora associada da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF). 

Luiz Cláudio Ribeiro, Universidade Federal de Juiz de Fora

Doutor em Demografia. Professor adjunto do Departamento de Estatística da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).

Downloads

Publicado

05-10-2013

Como Citar

1.
Portes LH, da Silva JA, Teixeira MTB, Ribeiro LC. Internações por condições sensíveis à atenção ambulatorial tabaco-relacionadas: perfil de um município de grande porte. J Manag Prim Health Care [Internet]. 5º de outubro de 2013 [citado 29º de fevereiro de 2024];4(2):94-101. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/175

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)