Conhecimento e prática sobre medidas de biosseguraça por técnicos de enfermagem em um hospital de referência em oncologia em São Luís, Maranhão, Brasil

Autores

  • Alcyone de Oliveira Paredes Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Mara Izabel Carneiro Pimentel Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Wellyson da Cunha Araújo Firmo Faculdade de Educação de Bacabal (FEBAC)
  • Stelma Regina Sodré Pontes Instituto Florence de Ensino Superior (IFES)
  • Viviane Sousa Ferreira Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Themys Danyelle Val Lima Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Rafiza de Joseane Mendes do Lago Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

DOI:

https://doi.org/10.14295/jmphc.v4i2.174

Palavras-chave:

Práticas. Técnicos de Enfermagem. Medidas de Biossegurança.

Resumo

A biossegurança é uma área de conhecimento relativamente nova, que impõe desafios não somente à equipe de saúde, mas também a empresas que investem em pesquisa. O presente estudo teve como objetivo analisar o conhecimento e prática sobre as medidas de biossegurança por Técnicos de Enfermagem em um hospital de referência em oncologia em São Luís - MA. Trata-se de um estudo prospectivo, quantitativo, realizado no período de agosto a setembro de 2011, foi realizada no período de agosto a setembro de 2011. A partir dos resultados obtidos foram encontrados dados relacionados à faixa etária, com 43% entre 40 a 49 anos de idade, a maioria 86% feminino, 28% tinham um ano de serviço, 95% utilizavam os EPI’s, 81% não relataram dificuldade em utilizá-los. Quanto aos treinamentos, 71% o fizeram e 100% demonstraram conhecimento sobre o manuseio dos EPI´s. Com relação aos acidentes, 52% referiram nunca terem se acidentado, 52% afirmaram que a empresa adota as medidas preconizadas em casos de acidentes. Concluiu-se que a as medidas de biossegurança estão sendo adotadas na empresa e que a mesma tem a preocupação em capacitar e disponibilizar os EPI’s aos funcionários e que cabe a cada um a conscientização da importância da sua utilização.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alcyone de Oliveira Paredes, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Enfermeira - Faculdade Santa Terezinha (CEST); Professora do Curso de Enfermagem - Instituto Florence de Ensino Superior (IFES); Professora substituta do Depto. de Enfermagem (UFMA); Mestranda em Saúde Materno-Infantil (UFMA).

Mara Izabel Carneiro Pimentel, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Enfermeira - Centro de Ensino Universitário do Maranhão (UNICEUMA); Professora do Curso de Enfermagem  UNICEUMA); Mestranda em Saúde Materno-Infantil  (UFMA).  

Wellyson da Cunha Araújo Firmo, Faculdade de Educação de Bacabal (FEBAC)

Farmacêutico (FACIMP). Mestre em Saúde e Ambiente (UFMA); Professor do Curso de Enfermagem da Faculdade de Educação de Bacabal (FEBAC).

Stelma Regina Sodré Pontes, Instituto Florence de Ensino Superior (IFES)

Enfermeira - Universidade Federal do Maranhão (UFMA);  Professora do Curso de Enfermagem do Instituto Florence de Ensino Superior  (IFES).  

Viviane Sousa Ferreira, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Fisioterapeuta - Faculdade Santa Terezinha (CEST); Professora de pós-graduação em Saúde Pública da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA); Mestranda em Saúde Materno-Infantil (UFMA). 

Themys Danyelle Val Lima, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Enfermeira - Universidade Federal do Maranhão (UFMA); Mestranda em Saúde Materno-Infantil (UFMA). 

Rafiza de Joseane Mendes do Lago, Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Enfermeira - Universidade Federal do Maranhão (UFMA);  Professora do Curso de Enfermagem - Faculdade Estácio de Sá; Mestranda em Saúde Materno-Infantil (UFMA). 

Downloads

Publicado

29-09-2013

Como Citar

1.
Paredes A de O, Pimentel MIC, Firmo W da CA, Pontes SRS, Ferreira VS, Lima TDV, Lago R de JM do. Conhecimento e prática sobre medidas de biosseguraça por técnicos de enfermagem em um hospital de referência em oncologia em São Luís, Maranhão, Brasil. J Manag Prim Health Care [Internet]. 29º de setembro de 2013 [citado 29º de fevereiro de 2024];4(2):87-93. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/174

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

Artigos Semelhantes

1 2 3 4 > >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.