Ensaio acerca das curvas de sobrecarga da COVID-19 sobre a atenção primária

  • Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Ouro Preto e Universidade Federal de Minas Gerais
  • Aline Dias Bedetti Universidade Federal de Ouro Preto
  • Allan Braga Joi de Abreu Universidade Federal de Ouro Preto
  • Ana Caroline Costa Universidade Federal de Ouro Preto
  • Ruth Martins da Costa Perdigão Universidade Federal de Ouro Preto
  • Tiago Pedrosa Ferreira Universidade Federal de Ouro Preto
Palavras-chave: Infecções por Coronavirus, Atenção Primária à Saúde, Sistema Único de Saúde, Pandemias, Impactos na Saúde

Resumo

A atual pandemia de COVID-19 vem ocasionando sobrecarga nos sistemas de saúde em todo o mundo e comprometendo as diversas esferas que compõem esses sistemas. Dentre elas, destaca-se a Atenção Primária à Saúde – APS que é responsável por realizar o primeiro contato com o usuário que procura o Sistema Único de Saúde – SUS. Assim, verifica-se que um grande número de casos do Novo Coronavírus aumenta a demanda no trabalho da APS, o que contribui para a saturação do sistema e dificulta a realização dos atendimentos/acompanhamentos que já eram pauta em seus serviços, surgindo e agravando as comorbidades clínicas. O presente artigo propõe apresentar o modelo das três ondas de sobrecarga da APS e discutir seu papel no atual momento de minimizar os impactos dessa demanda elevada e garantir à população os princípios que a regem. Com base na importância que a APS tem no suporte assistencial à população, conclui-se que, além de suprir a demanda espontânea, ela é uma ferramenta importante no achatamento das ondas de contágio e também na contenção das consequências indiretas do SARS-CoV-2.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Leonardo Cançado Monteiro Savassi, Universidade Federal de Ouro Preto e Universidade Federal de Minas Gerais

Docente da Universidade Federal de Ouro Preto e da Universidade Federal de Minas Gerais
Pediatra, Médico de Família e Comunidade, Mestre e Doutor em Saúde Coletiva/ Educação em Saúde - CPqRR (Fiocruz Minas)

Aline Dias Bedetti , Universidade Federal de Ouro Preto

Acadêmica da Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Medicina, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil.

Allan Braga Joi de Abreu, Universidade Federal de Ouro Preto

Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Medicina, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil. Diretor da Liga de Medicina de Família e Comunidade da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Ana Caroline Costa, Universidade Federal de Ouro Preto

Acadêmica da Universidade Federal de Ouro Preto,  Escola de Medicina, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil.

Ruth Martins da Costa Perdigão, Universidade Federal de Ouro Preto

Acadêmica da Universidade Federal de Ouro Preto, Escola de Medicina, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil. Membro da Diretoria da Liga de Medicina de Família e Comunidade da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Tiago Pedrosa Ferreira, Universidade Federal de Ouro Preto

Acadêmmico da Universidade Federal de Ouro Preto, Faculdade de Medicina, Escola de Medicina, Ouro Preto, Minas Gerais, Brasil. Membro da Diretoria da Liga de Medicina de Família e Comunidade da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP).

Referências

World Health Organizations. Statement on the second meeting of the International Health Regulations (2005): Emergency Committee regarding the outbreak of novel coronavirus (2019-nCoV). 30 Jan 2020. Disponível em: https://www.who.int/news-room/detail/30-01-2020-statement-on-the-second-meeting-of-the-international-health-regulations-(2005)-emergency-committee-regarding-the-outbreak-of-novel-coronavirus-(2019-ncov).

Organização Pan-Americana de Saúde. Diretora da OPAS afirma que luta contra a pandemia de COVID-19 deve incluir tratamento de doenças crônicas. 26 maio 2020. Disponível em: https://www.paho.org/bra/index.php?option=com_content&view=article&id=6181:diretora-da-opas-afirma-que-luta-contra-a-pandemia-de-covid-19-deve-incluir-tratamento-de-doencas-cronicas&Itemid=839.

Farias LABG, Colares MP, Barreto FKA, Cavalcanti LPG. O papel da atenção primária no combate ao Covid-19: impacto na saúde pública e perspectivas futuras. Rev Bras Med Fam Comunidade. 2020;15(42):2455. https://doi.org/10.5712/rbmfc15(42)2455.

Palacio Lapuente J. Covid-19 y atención primaria: las oleadas que vienen: altas hospitalarias, pacientes críticos sin tratamiento hospitalario y atención demorada que pasa a ser indemorable o urgente. Soc Esp Med Fam. [Barcelona: semFYC]; 2020. Disponível em: https://www.semfyc.es/covid-19-y-atencion-primaria-las-oleadas-que-vienen-altas-hospitalarias-pacientes-criticos-sin-tratamiento-hospitalario-y-atencion-demorada-que-pasa-a-ser-indemorable-o-urgente/.

Tseng V. As our friends and colleagues brave the font lines, we must also get ready for a series of aftershocks. It's very hard to plan this far ahead while we're in survival mode. We must prepare early and strategize our response to the collateral damage of #COVID19. [Twitter]. Disponível em: https://twitter.com/VectorSting/status/1244671755781898241?s=20

Wallace CL, Wladkowski SP, Gibson A, White P. Grief during the COVID-19 pandemic: considerations for palliative care providers. J Pain Sumptom Manage. 2020;60(1):e70-6. https://doi.org/10.1016/j.jpainsymman.2020.04.012. Epub 2020 Apr 13.

Secretaria de Estado de Saúde (MG). Infecção humana pelo SARS-COV-2: versão 2. Belo Horizonte: [s.n.]; 2020. Disponível em: https://ameci.org.br/wp-content/uploads/2020/03/Protocolo_Coronavirus_2020_arquivo_vers%C3%A3o_final.pdf

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Protocolo de manejo clínico do coronavírus (COVID-19) na atenção primária à saúde: versão 9. Brasília, DF: MS; maio 2020. Disponível em: https://portaldeboaspraticas.iff.fiocruz.br/atencao-crianca/atencao-primaria-orientacoes-do-ministerio-da-saude-sobre-covid-19/.

Zagra L, Faraldi M, Pregliasco F, Vinci A, Lombardi G, Ottaiano I, et al. Changes of clinical activities in an orthopaedic institute in North Italy during the spread of COVID-19 pandemic: a seven-week observational analysis. Int Orthop. 2020;44(8):1591-8. https://doi.org/10.1007/s00264-020-04590-1.

Lazzerini M, Barbi E, Apicella A, Marchetti F, Cardinale F, Trobia G. Delayed access or provision of care in Italy resulting from fear of COVID-19. Lancet Child Adolesc Health. 2020;4(5):e10-1. https://doi.org/10.1016/S2352-4642(20)30108-5.

Ministério da Saúde (BR), Secretaria de Vigilância em Saúde e Secretaria de Atenção Primária à Saúde. Atenção a pessoas com doenças crônicas na APS diante da situação de pandemia de COVID-19. Brasília, DF; [MS]; 2020. Disponível em: https://egestorab.saude.gov.br/image/?file=20200430_N_NotaTecnicaAtencaoapessoascomdoencascronicasnaAPSdiantedasituacaodepandemiadeCOVID-19(003)_5523683000079986141.pdf.

Basu S. Non-communicable disease management in vulnerable patients during Covid-19. Indian J Med Ethics. 2020;5(2):103-5. https://doi.org/10.20529/IJME.2020.041.

Roberton T, Carter ED, Chou VB, Stegmuller AR, Jackson BD, Tam Y, et al, Early estimates of the indirect effects of the COVID-19 pandemic on maternal and child mortality in low-income and middle-income countries: a modelling study. Lancet Glob Health. 2020:8(7):e901-8. https://doi.org/10.1016/S2214-109X(20)30229-1.

Garg S, Basu S, Rustagi R, Borle A. Primary health care facility preparedness for outpatient service provision during the COVID-19 pandemic in India: cross-sectional study. JMIR Public Health Surveill. 2020;6(2):e19927. https://doi.org/10.2196/19927

Ministério da Saúde (BR). Recomendações para adequação das ações dos agentes comunitários de saúde frente à atual situação epidemiológica referente ao COVID-19: versão 2. Brasília, DF: SAPS; 2020. Disponível em: http://www.cosemssp.org.br/wp-content/uploads/2020/03/20200324_recomendacoes_ACS_COVID19_ver001_final.pdf

Almeida ACMS, Nóbrega CCS, Silva CVSR, Silva TS, Saffer DA, Morosini MVGC, et al. Atenção Primária à Saúde. Orientações para agentes comunitários de saúde no enfrentamento à Covid-19. Rio de Janeiro: EPSJV; 2020.

Conselho Federal de Medicina. Ofício CFM n. 1756/2020 – COJUR. Em resposta, mencione este ofício Brasília, 19 de março de 2020. Disponível em: http://portal.cfm.org.br/images/PDF/2020_oficio_telemedicina.pdf.

Brey Z, Mash R, Goliath C, Roman D. Home delivery of medication during coronavirus disease 2019, Cape Town, South Africa: short report. Afr J Prim Health Care Fam Med. 2020;12(1):e1-4. https://doi.org/10.4102/phcfm.v12i1.2449.

Wang C, Pan R, Wan X, Tan Y, Xu L, Ho CS, Ho RC. Immediate psychological responses and associated factors during the initial stage of the 2019 coronavirus disease (COVID-19) epidemic among the general population in China. Int J Environ Res Public Health. 2020;17(5):1729. https://doi.org/10.3390/ijerph17051729. https://doi.org/10.3390/ijerph17051729

Marques ES, Moraes CL, Hasselmann MH, Deslandes SF, Reichenheim ME. Violence against women, children, and adolescents during the COVID-19 pandemic: overview, contributing factors, and mitigating measures. Cad Saude Publica. 2020:36(4):e00074420. https://doi.org/10.1590/0102-311X00074420.

Publicado
27-10-2020
Como Citar
1.
Savassi LCM, Dias Bedetti A, Joi de Abreu AB, Costa AC, Perdigão RM da C, Ferreira TP. Ensaio acerca das curvas de sobrecarga da COVID-19 sobre a atenção primária. J Manag Prim Health Care [Internet]. 27º de outubro de 2020 [citado 4º de dezembro de 2020];12:1-13. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/1006
Seção
Dossiê especial: Pandemia coronavírus, política e Atenção Primária à Saúde (APS)