Cloroquina e os efeitos adversos da atual conjuntura política

  • Vivian Cristina Borges Zanholo USP
  • Samara Jamile Mendes Faculdade de Ciências Farmacêuticas – FCF-USP
Palavras-chave: Pandemias, Infecções por Coronavirus, Política, Brasil

Resumo

Em um cenário tão delicado e sensível da pandemia de COVID-19, os desafios enfrentados não se restringem somente ao combate do vírus, mas também às crises econômica e político-social por quais os países atravessam. Considerando esse contexto crítico por qual estamos passando, tem-se como principal objetivo deste artigo de debate: a análise e a reflexão sobre o tema, observando-se, a partir do cenário brasileiro: o uso indiscriminado da cloroquina e como ele se relaciona à atual conjuntura política do país.  Enquanto empresas farmacêuticas intensificam pesquisas e estudos clínicos em busca de vacinas e medicamentos eficazes na prevenção e tratamento do coronavírus, alguns governos disseminam e impõem a prescrição da cloroquina/hidroxicloriquina como sendo a cura para a pandemia, mesmo sem nenhuma comprovação de segurança e eficácia para essa indicação. No Brasil, temos um governo ultraliberal e neofascista que desde o início da pandemia vem tomando ações contrárias as orientadas pela OMS. Como agravante, possui ainda um cenário bem peculiar como: troca de dois ministros da saúde nos últimos 3 meses, incorporação da cloroquina no protocolo de tratamento de pessoas infectadas por COVID-19 e importação de 2 milhões de doses do medicamento dos Estados Unidos. Neste contexto, cabe aos trabalhadores da saúde e cientistas um olhar crítico sobre as medidas de enfrentamento à pandemia e suas contradições ao modo de produção capitalista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Coronavirus Resource Cente [homepage]. [Baltimore, MD: 2020 citado 6 jun. 2020]. Disponível em: https://coronavirus.jhu.edu/map.html.

Devalapally H, Chakilam A, Amiji MM. Role of nanotechnology in pharmaceutical product development. J Pharm Sci. 2007;96(10):2547-65. http://dx.doi.org/10.1002/jps.20875.

Sociedade Brasileira de Farmácia Clínica. Posicionamento: uso de hidroxicloroquina e cloroquina para o COVID-19. [Brasília, DF]: SBFC, 2020 Citado 29 out. 2020]. Disponível em: http://www.farmaciaclinica.org.br/wp-content/uploads/2020/03/Posicionamento-SBFC-USO-DE-HIDROXICLOROQUINA-E-CLOROQUINA-PARA-COVID-19.pdf.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (BR). Esclarecimentos sobre hidroxicloroquina e cloroquina. [Brasília, DF]: 19 mar. 2020, atualizado 30 mar. 2020 citado 29 out. 2020. Disponível em: http://antigo.anvisa.gov.br/resultado-de-busca?p_p_id=101&p_p_lifecycle=0&p_p_state=maximized&p_p_mode=view&p_p_col_id=column-1&p_p_col_count=1&_101_struts_action=%2Fasset_publisher%2Fview_content&_101_assetEntryId=5817064&_101_type=content&_101_groupId=219201&_101_urlTitle=covid-19-esclarecimentos-sobre-hidroxicloroquina-e-cloroquina&redirect=http%3A%2F%2Fantigo.anvisa.gov.br%2Fresultado-de-busca%3Fp_p_id%3D3%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-1%26p_p_col_count%3D1%26_3_groupId%3D0%26_3_keywords%3Dcloroquina%26_3_cur%3D1%26_3_struts_action%3D%252Fsearch%252Fsearch%26_3_format%3D%26_3_formDate%3D1441824476958&inheritRedirect=true.

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (BR). Regulamentos. [Brasília, DF]: 21 set. 2020, atualizado 29 out. 2020. Disponível em: https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/paf/coronavirus/regulamentos-e-medidas, acessado em 29/10/2020

Ministério da Saúde (BR). Departamento de Assistência Farmacêutica e Insumos Estratégicos. Relação Nacional de Medicamentos Essenciais: Rename 2020 [recurso eletrônico]. Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2020.

Ministério da Saúde (BR). Uso off label: erro ou necessidade?. Rev Saude Publica. 2012;46(2):395-7. http://dx.doi.org/10.1590/S0034-89102012000200026. vol.46 no.2 São Paulo. 2012.

IBM Corporation. IBM Micromedex Drug Info por Truven Health Analytics Inc. c2020 [citado 19 mar. 2020]. Disponível em: http://www.micromedexsolutions.com/micromedex2/librarian.

Bray M. Antifa. O manual antifacista. São Paulo: Autonomia Literária; 2019.

Konder L. Introdução ao facismo. Rio de Janeiro: Edições do Graal; 1977.

Roberts M. The long depression: how it happened, why it happened, and what happens next. Chicago: Haymarket Books; 2016.

Mendes À, Carnut L. Lucro ou vidas? Coronavírus e o voto de Minerva. Rev Mov. 6 abr. 2020 [citado 4 maio 2020]. Disponível em https://movimentorevista.com.br/2020/04/lucro-ou-vidas-coronavirus-e-o-voto-de-minerva/.

Kaitin K. Deconstructing the drug development process: the new face of innovation. Clin Pharmacol Ther. 2010:87(3):356– 61. http://dx.doi.org/10.1038/clpt.2009.293.

Gadelha CAG, Temporão JG. Desenvolvimento, inovação e saúde: a perspectiva teórica e política do complexo econômico-industrial da saúde. Cienc Saude Colet. 2018; 23(6):1891-902. https://doi.org/10.1590/1413-81232018236.06482018.

Breilh J. Epidemiologia crítica: ciência emancipadora e interculturalidade. Rio de Janeiro: FIOCRUZ; 2006.

Souza IFP, Mendes Á, Carnut, L. História política e pensamento epidemiológico: Breilh e a economia política da saúde. Rev Guillermo de Ockham. 2019;17(1):77-84. https://doi.org/10.21500/22563202.4039.

Gragnani J. Coronavírus: o que dizem os estudos publicados sobre cloroquina, defendida por Bolsonaro e Trump, 19 maio 2020 [citado 6 jun. 2020]. Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/brasil-52686122.

Sanar Medicina. Pesquisas científicas sobre o uso de cloroquina e hidroxicloroquina na Covid-19. [abr 2020 citado 6 de jun 2020]]. Disponível em: https://www.sanarmed.com/pesquisas-cientificas-sobre-uso-hidroxicloroquina-covid-19.

EUA enviam dois milhões de doses de hidroxicloroquina ao Brasil para tratar a Covid-19. Carta Capital. 1 jun. 2020 [citado 15 jun. 2020]. Disponível em: https://www.cartacapital.com.br/mundo/eua-enviam-dois-milhoes-de-doses-de-hidroxicloroquina-ao-brasil-para-tratar-a-covid-19/?utm_campaign=novo_layout_newsletter_-_0162020&utm_medium=email&utm_source=RD+Station.

Publicado
05-11-2020
Como Citar
1.
Zanholo VCB, Mendes SJ. Cloroquina e os efeitos adversos da atual conjuntura política. J Manag Prim Health Care [Internet]. 5º de novembro de 2020 [citado 4º de dezembro de 2020];12:1-. Disponível em: https://jmphc.com.br/jmphc/article/view/1003
Seção
Dossiê especial: Pandemia coronavírus, política e Atenção Primária à Saúde (APS)