A prevenção da doença renal começa na infância

  • Raíssa Maria de Souza Mendes FAGOC, Ubá, MG
  • Jorge de Assis Costa FAGOC, Ubá, MG
  • France Araújo Coelho FAGOC, Ubá, MG
  • Maria Augusta Coutinho de Andrade Oliveira FAGOC, Ubá, MG
  • Wellington Segheto FAGOC, Ubá, MG
  • Luiz Felipe Lopes da Silva FAGOC, Ubá, MG
Palavras-chave: Doença renal, educação em saúde, obesidade.

Resumo

Em 2016 a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN) lançou a campanha “A Prevenção da doença renal começa na infância”. A intenção é alertar a população para a adoção de hábitos saudáveis desde a infância e assim reduzir a incidência de doença renal (DRC). Atualmente vivenciamos um aumento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis, a maioria dessas doenças estão associadas ao aumento da obesidade na sociedade contemporânea. Portanto, a prevenção e o combate à obesidade desde a infância, constituem armas poderosas na prevenção da hipertensão e de suas complicações como o infarto, o derrame, o diabetes e a insuficiência renal crônica na idade adulta. Conscientizar a partir da infância à importância da função renal, e quais são os fatores de risco para a doença renal crônica (DRC) e suas consequências. O projeto de extensão, com o mesmo nome da campanha, teve início em março de 2016 e consiste em promover palestras sobre a importância dos rins no nosso organismo, e o que fazer para evitar que doenças renais possam surgir. São abordados temas em linguagem simples, de fácil entendimento, sobre à adoção de hábitos saudáveis de vida para a prevenção da DRC, como alimentação saudável e prática de atividades físicas, dentre outras. As monitoras de saúde pública, do curso de medicina, promovem palestras sobre o assunto utilizando prioritariamente o material desenvolvido pela SBN. Após as palestras, é feito a aferição do IMC para idade dos alunos, através da classificação das curvas da Organização Mundial de Saúde, os valores são anotados e entregues aos alunos, para que possam levar ao conhecimento dos pais ou responsáveis. No primeiro semestre de 2016, o projeto ocorreu em duas ocasiões em escolas municipais do município de Ubá-MG. Ao todo 266 crianças (151 meninas e 115 meninos) com idade entre 7 e 10 anos assistiram as palestras e receberam as orientações. A avalição do IMC nos permitiu observar que 27,44% (n=73) apresentavam peso inadequado e estava acima do peso 23,30% (n=62), o que demonstra alto percentual de inadequação do peso. Analisando este fator de risco quanto ao sexo das crianças, pôde se observar que o risco de sobrepeso e sobrepeso, foram maiores nas meninas, enquanto a obesidade foi maior nos meninos. Conclui-se que é de suma importância a conscientização da DRC desde a infância. Mudanças nos hábitos de vida infantil como: alimentação saudável e prática de atividade física podem levar à redução da incidência da doença na vida adulta.

Publicado
05-01-2017
Como Citar
1.
Mendes R, Costa J, Coelho F, Oliveira MA, Segheto W, da Silva LF. A prevenção da doença renal começa na infância. JMPHC [Internet]. 5jan.2017 [citado 21nov.2019];7(1):129-. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/468
Seção
Seminários, Simpósios e Mesas Redondas