Análise dos casos de sífilis congênita no município de Manhuaçu – MG

  • Monick Berbert-Morais Faculdade do Futuro, Manhuaçu, MG
  • Emanuele Gama Dutra-Costa Faculdade do Futuro, Manhuaçu, MG
  • Juliana Santiago-Silva Faculdade do Futuro, Manhuaçu, MG
Palavras-chave: Gravidez, Sífilis em gestante, Cuidado pré-natal.

Resumo

A sífilis em mulheres grávidas causa, com frequência, a sífilis congênita, doença com grande repercussão para a família e para a sociedade. Esta é resultado da disseminação da bactéria T. pallidum da gestante infectada, não tratada ou tratada de forma desapropriada, para o bebê por via transplacentária. A doença permanece como um importante problema de saúde pública. No Brasil, estima-se que no ano de 2013 tenham ocorrido aproximadamente 21.382 casos de sífilis em gestantes, sendo 47% deles concentrados na região Sudeste. A cada ano mais casos de sífilis são registrados no município de Manhuaçu – MG. Em 2013 a taxa de detecção de sífilis em gestantes foi de 13,25%, um número bem alto se comparado com 2007, onde não houve nenhum caso registrado da doença. Analisar os casos de sífilis congênita no município de Manhuaçu – MG, relacionando com os dados socioeconômicos das gestantes e as consequências apresentadas pelos recém-nascidos. Trata-se do estudo qualiquantitativo, onde foram verificados os casos de gestantes infectadas pela bactéria Treponema pallidum e os casos de evolução para sífilis congênita, entre os anos de 2010 a 2015. Foram encontrados 84 casos de sífilis em gestantes, dos quais 46 evoluíram para sífilis congênita. A maioria das gestantes analisadas apresentou baixa escolaridade e apenas 15 tiveram os respectivos parceiros tratados. A faixa etária das gestantes também mostra que a maioria dos casos atinge adolescentes e jovens que, porventura não possuem emprego formal. Ainda existem casos onde a gestante é diagnosticada apenas no momento do parto. Com o aumento dos casos, nota-se que a assistência pré-natal deve ser renovada. 

Publicado
05-01-2017
Como Citar
1.
Berbert-Morais M, Dutra-Costa E, Santiago-Silva J. Análise dos casos de sífilis congênita no município de Manhuaçu – MG. JMPHC [Internet]. 5jan.2017 [citado 19jul.2019];7(1):118-. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/454
Seção
Seminários, Simpósios e Mesas Redondas