Alergia alimentar: reações e métodos diagnósticos

  • Rhaíssa Evelyn Moraes Ramos Centro Universitário Maurício de Nassau.
  • Nilza Rejane Sellaro Lyra Centro de Pesquisas em Alergia e Imunologia do Hospital das Clínicas da UFPE
  • Conceição Maria de Oliveira Centro Universitário Maurício de Nassau.
Palavras-chave: Alergia, Alimentos, Diagnóstico.

Resumo

Alergias alimentares são comuns e estão se tornando um problema de saúde por gerarem um impacto negativo na qualidade de vida. Caracterizam-se por um conjunto de manifestações clínicas consequentes de mecanismos imunológicos decorrentes do contato com determinado alimento. O presente estudo teve por objetivo apresentar uma revisão sobre a alergia alimentar e apontar os exames laboratoriais utilizados no diagnóstico. Esta revisão bibliográfica contou com 46 publicações entre 1990 a 2012, obtidos das bases Medline, Lilacs e SciELO. Os alimentos mais citados como causadores de alergia são: leite, ovo, amendoim, castanhas, frutos do mar e soja, sendo os principais alérgenos de natureza proteica. Para evitar a alergia alimentar, a mucosa intestinal precisa estar íntegra. As reações podem ser IgE-mediadas, não-IgE-mediadas ou mistas. Quanto aos métodos diagnóstico, eles podem ser in vivo com o teste cutâneo e os de provocação oral, ou in vitro, os quais medem a IgE sérica específica, a IgG, ou os basófilos ativados no sangue. A alergia alimentar é um problema não resolvido devido ao incompleto conhecimento sobre sua patogênese. Necessita de anamnese adequada onde os mecanismos imunológicos e os alimentos envolvidos serão apresentados. O padrão de referência atual para o diagnóstico é o teste de provocação oral duplo-cego controlado por placebo. Apesar de mais dispendiosos, os exames laboratoriais vêm se mostrando uma alternativa eficaz no diagnóstico de alergia alimentar. Porém, mais incentivo ainda se faz necessário.

Biografia do Autor

Rhaíssa Evelyn Moraes Ramos, Centro Universitário Maurício de Nassau.
Graduada em Biomedicina pelo Centro Universitário Maurício de Nassau - Uninassau
Nilza Rejane Sellaro Lyra, Centro de Pesquisas em Alergia e Imunologia do Hospital das Clínicas da UFPE
Co-orientadora, Mestre em Saúde da Criança e do Adolescente, Preceptora do ambulatório de alergia alimentar do Centro de Pesquisas em Alergia e Imunologia do Hospital das Clínicas da UFPE
Conceição Maria de Oliveira, Centro Universitário Maurício de Nassau.
Orientadora, Mestre em Saúde Pública, Doscente da Uninassau.
Publicado
29-09-2013
Como Citar
1.
Ramos RE, Lyra NR, de Oliveira C. Alergia alimentar: reações e métodos diagnósticos. JMPHC [Internet]. 29set.2013 [citado 20set.2019];4(2):54-3. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/170