Abordagem da Antroposofia na Pediatria

  • Ricardo Ghelman Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP
Palavras-chave: pediatria, antroposofia, medicina antroposófica, alergia, imunologia, terapias externas, saúde infantil

Resumo

A Antroposofia aplicada à Saúde e a Medicina Antroposófica foram incorporadas à Política Nacional de Praticas Integrativas e Complementares do Ministério da Saúde em 2006 desde sua origem e correspondem a um modelo multimodal e multiprofissional europeu de cuidado integral à saúde infantil em baixa, média e alta complexidade, que vem se desenvolvendo amplamente no Brasil há mais de cinco décadas. Destacam-se como grandes áreas de contribuição internacional e nacional na saúde infantil – imunologia, infectologia, alergia, nutrição, medicina escolar e oncologia pediátrica. As evidencias mostram que o emprego da Antroposofia como modelo complementar integrativo apresentam ótimo nível de segurança. Uma grande área em particular que a Medicina Antroposófica tem a colaborar na pediatria é na redução do emprego abusivo de antibióticos, anti-inflamatórios não-hormonais e hormonais em infeções respiratórias agudas e alergias respiratórias com boa taxa de resolução e segurança, podendo contribuir para a redução da taxa crescente de resistência antimicrobiana. Uma outra área muito promissora é a aplicação de técnicas de enfermagem denominadas terapias externas antroposóficas com baixo custo e boa resolutividade que podem ser expandidas na atenção primária, assim como nos outros níveis de complexidade.  

 

Biografia do Autor

Ricardo Ghelman, Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo - FMUSP

Departamento de Pediatria

Serviço de Onco-Hematologia

Instituto da Criança do Hospital das Clinicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo

Coordenador da Pediatria Integrativa

Publicado
22-08-2018
Como Citar
1.
Ghelman R. Abordagem da Antroposofia na Pediatria. JMPHC [Internet]. 22ago.2018 [citado 18nov.2018];8(2):233-65. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/535