Doença falciforme: a importância das ações educativas e do aconselhamento genético na atenção primária à saúde

  • Lucas Mendes Soares Universidade Federal de Minas Gerais
  • Patrick Leonardo Nogueira da Silva Universidade Estadual de Montes Claros
  • Elizabeth da Costa Ferreira de Figueiredo Faculdade de Saúde Ibituruna (FASI)
Palavras-chave: Anemia falciforme, Atenção primária a saúde, Aconselhamento genético.

Resumo

No Brasil existem poucas ações no campo da genética em saúde pública. A localização dos centros de testagens e aconselhamento genético nos grandes centros urbanos dificultam o desenvolvimento de estratégias por parte da Atenção Primária à Saúde. Este estudo objetiva identificar a importância das ações educativas e do aconselhamento genético na Atenção Primária à Saúde quanto à doença falciforme. Trata-se de um estudo descritivo, exploratório, com suporte na revisão sistemática da literatura na qual a amostra foi composta por 13 artigos. A busca dos mesmos foi realizada nas bases de dados da Biblioteca Virtual de Saúde, sendo estas a Scientific Electronic Library Online e a Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde e em manuais e portarias do Ministério da Saúde. A coleta de dados se deu no 1º semestre de 2011 por meio de um formulário semiestruturado. Essas medidas, em se tratando da anemia falciforme, constitui-se um mecanismo importante no âmbito da Atenção Primária e da saúde pública em geral no Brasil, visto que ações deste tipo poderão contribuir para a prevenção, identificação e o tratamento precoce da doença, sendo estes requisitos indispensáveis à qualidade e à expectativa de vida das pessoas doentes. Os estudos demonstraram que a prevalência da doença falciforme no Brasil é alta, no entanto, a grande maioria das pessoas acometidas pode ter suas intercorrências e necessidades atendidas com boa resolutividade na Atenção Primária à Saúde.

Biografia do Autor

Lucas Mendes Soares, Universidade Federal de Minas Gerais
Enfermeiro, Mestre em Nutrição e Saúde pela Universidade Federal de Minas gerais (UFMG).
Patrick Leonardo Nogueira da Silva, Universidade Estadual de Montes Claros
Enfermeiro. Especialista em Saúde da Família e Didática e Metodologia do Ensino Superior pela Universidade Estadual de Montes Claros (UNIMONTES).
Elizabeth da Costa Ferreira de Figueiredo, Faculdade de Saúde Ibituruna (FASI)
Farmacêutica, Especialista em Hematologia e Hemoterapia pela Faculdade de Saúde Ibituruna (FASI).
Publicado
14-12-2016
Como Citar
1.
Soares L, da Silva PL, de Figueiredo E da C. Doença falciforme: a importância das ações educativas e do aconselhamento genético na atenção primária à saúde. JMPHC [Internet]. 14dez.2016 [citado 20jul.2019];6(2):223-34. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/272

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##