Manipulação de drenos mediastinais e pleurais: existe evidência científica?

  • Líscia Divana Carvalho Silva
  • Larissa Lira Brito UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO
Palavras-chave: Cirurgia Torácica. Enfermagem. Assistência. Drenagem.

Resumo

Trata-se de uma revisão do tipo sistemática com o objetivo de verificar a existência de evidência científica na manipulação de drenos pleurais e mediastinais na cirurgia cardíaca. As seguintes etapas foram percorridas: estabelecimento da hipótese e objetivos; estabelecimento de critérios de inclusão e exclusão de artigo; definição das informações a serem extraídas dos artigos selecionados; análise dos resultados; discussão e apresentação dos resultados.  Para a seleção dos artigos foram utilizadas duas bases de dados, a saber: Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS/BIREME) e Medical Literature Analysis and Retrieval System Online (MEDLINE). Os critérios de inclusão dos artigos definidos, inicialmente, foram: artigos publicados em português, inglês e espanhol, no período compreendido entre 2001–2012; capítulos de livros sobre a temática, artigos publicados cuja metodologia adotada permitisse obter evidências(níveis 1, 2 ou 3), artigos que retratassem procedimentos, intervenções ou diretrizes sobre a temática. A amostra final desta revisão integrativa foi constituída de 06 artigos. Não se observou diferença significativa na produção de drenagem mediastinal quando os drenos foram rotineiramente ordenhados, despojados, ou não tinham nenhuma manipulação, os drenos mantiveram-se permeáveis. Parece que a ordenha manual ou milking ou a ordenha com pinça ou stripping de drenos torácicos como rotina básica deve ser evitada. Não há estudos suficientes que comparem diferentes métodos de manipulação de drenos torácicos para apoiar ou não a eficácia relativa dos vários métodos. Nenhuma evidência de fato que seja clara e universal foi encontrada sobre a necessidade de manipulação de drenos.

 

 

 

Biografia do Autor

Larissa Lira Brito, UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

Especialista em Cardiologia na Modalidade de Residência em Enfermagem.

Hospital Universitário da Universidade Federal do Maranhão (HUUFMA).

Publicado
16-08-2016
Como Citar
1.
Silva L, Brito L. Manipulação de drenos mediastinais e pleurais: existe evidência científica?. JMPHC [Internet]. 16ago.2016 [citado 19out.2019];6(1):86-02. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/236