Tendências de reformas na atenção primária à saúde em países europeus

  • Ligia Giovanella Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Oswaldo Cruz Ensp/Fiocruz
  • Klaus Stegmüller Fachbereich Pflege und Gesundheit Hochschule Fulda, Germany
Palavras-chave: atenção primária à saúde. sistemas de saúde. cobertura universal

Resumo

A atenção primária à saúde  como base para a construção de redes coordenadas de atenção e para garantia do acesso universal enfrenta os novos desafios demográficos e epidemiológicos com o envelhecimento populacional, as mudanças nas estruturas familiares e prevalência de agravos crônicos que exigem intervenções de diversos serviços com interdependência organizacional e demandam coordenação. O objetivo deste artigo é apresentar um panorama e tendências das reformas APS na Europa ocidental a partir de três casos exemplares: Alemanha, Espanha e Inglaterra (Reino Unido-RU). Para tanto, inicia com breve panorama dos sistemas de saúde em seguida descreve a organização da APS e analisa as principais reformas nos três países.  Após a descrição das tendências nos sistemas apresentados é possível perceber que a APS adquire também importância no debate da universalidade. A garantia da universalidade tem alcançado proeminência no debate internacional (OMS) e tem sido reiterada como estratégia para alcance da cobertura universal.
Publicado
02-04-2014
Como Citar
1.
Giovanella L, Stegmüller K. Tendências de reformas na atenção primária à saúde em países europeus. JMPHC [Internet]. 2abr.2014 [citado 18out.2019];5(1):101-13. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/203