Gestante de baixo risco atendidas em um hospital de referência no SUS: quem são e quais as razões?

  • Elaine Marcelle da Silva Gaioso Universidade Federal do Maranhão
  • Felipe César Stabnow Santos Sociedade de Ensino, Tecnologia, Educação e Cultura-DF
  • Adriana Gomes Nogueira Ferreira Universidade Federal do Maranhão
  • Leonardo Hunaldo dos Santos Universidade Federal do Maranhão
  • Marcelino Santos Neto Universidade Federal do Maranhão
  • Floriacy Stabnow Santos Universidade Federal do Maranhão
Palavras-chave: Gestação, Cuidado pré-natal, Unidade Básica de Saúde

Resumo

Justificativa: Toda gestante merece uma assistência pré-natal de qualidade. Objetivo: Traçar o perfil socioeconômico das gestantes de baixo risco atendidas em uma unidade hospitalar identificando os motivos  para a não adesão ao pré-natal na Unidade Básica de Saúde. Método: Estudo descritivo com abordagem quantitativa realizado no Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz em Janeiro de 2012. Resultado: O perfil encontrado foi de mulheres brancas (51,5%), casadas (47%), entre 20 e 25 anos (32,5%), ensino médio completo (53%), residentes na zona urbana (90%), renda mensal de um salário mínimo (50%) e sem vínculo empregatício (53,5%).Alegaram não realizar o pré-natal na unidade básica devido a insegurança quanto ao cuidado recebido. Conclusão: Verificou-se a necessidade de medidas que visem à melhoria da qualidade da assistência pré-natal, proporcionando maior segurança no cuidado ao nível primário de atenção.

Descritores: Gestação; Cuidado Pré-natal; Unidade Básica de Saúde

Biografia do Autor

Elaine Marcelle da Silva Gaioso, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira.
Felipe César Stabnow Santos, Sociedade de Ensino, Tecnologia, Educação e Cultura-DF
Enfermeiro, Professor da Sociedade de Ensino, Tecnologia, Educação e Cultura-DF
Adriana Gomes Nogueira Ferreira, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira, Professora Assistente da Universidade Federal do Maranhão, Mestre em Enfermagem, Doutoranda em enfermagem pela Universidade Federal do Ceará.
Leonardo Hunaldo dos Santos, Universidade Federal do Maranhão
Biológo, Professor Assistente da Universidade Federal do maranhão, Doutor em Melhoramento Genético pela Universidade Federal do Ceará.
Marcelino Santos Neto, Universidade Federal do Maranhão
Farmacêutico, Professor Assistente da Universidade Federal do Maranhão, Doutorando em Enfermagem em Saúde Pública pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/Universidade de São Paulo.
Floriacy Stabnow Santos, Universidade Federal do Maranhão
Enfermeira do Hospital Regional Materno Infantil de Imperatriz-MA, Professora Assistente da Universidade Federal do Maranhão/Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia, Doutoranda em Enfermagem em Saúde Pública pela Escola de Enfermagem de Ribeirão Preto/Universidade de São Paulo
Publicado
02-04-2014
Como Citar
1.
Gaioso E, Santos F, Ferreira A, Santos L, Neto M, Santos F. Gestante de baixo risco atendidas em um hospital de referência no SUS: quem são e quais as razões?. JMPHC [Internet]. 2abr.2014 [citado 22jul.2019];5(1):33-9. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/194