Proposta de protocolo de classificação de risco para o atendimento domiciliar individual na atenção primária

  • Leonardo Cançado Monteiro Savassi Universidade Federal de Ouro Preto
  • Hendrik Ranieri de Oliveira Carvalho Universidade Federal de Ouro Preto
  • Felipe da Mota Mariano Discente da Universidade Federal de Ouro Preto
  • Cezar Augusto Lamberti Universidade Federal de Ouro Preto
  • Márcio Figueiredo de Mendonça Universidade Federal de Ouro Preto
  • Gustavo Franco Yamana Prefeitura Municipal de Ouro Preto
  • Rodrigo Pastor Alves Pereira Universidade Federal de Ouro Preto
Palavras-chave: Serviços de Assistência Domiciliar, Visita Domiciliar, Medição de Risco

Resumo

A Atenção Domiciliar (AD) é uma tecnologia utilizada pelas equipes de Saúde da Família (eSF) para ampliar o cuidado a saúde. Trata-se de um processo complexo e que ocorre sob critérios ainda não sistematizados, em especial quanto ao nível individual. Objetiva-se sistematizar as ações da eSF a partir da complexidade de caso através de uma ferramenta de avaliação para a AD ao adulto e em especial ao idoso. Esta ferramenta deriva de protocolos sistematizados de avaliação do idoso e critérios de inclusão para serviços de AD de maior complexidade, resultando em uma escala aplicável para o nível da Atenção Primária a Saúde (APS), pela avaliação da autonomia e dependência, do risco cardiovascular, ulcerações, estado nutricional, humor e da funcionalidade familiar. A partir desta avaliação inicial são definidos três níveis de cuidado, integrando as eSF à rede de cuidados em AD. Os parâmetros estabelecidos são discutidos a luz da casuística e da realidade da APS, apresentando-se como opção para a priorização de visitas domiciliares das eSF em diferentes contextos. 

Biografia do Autor

Leonardo Cançado Monteiro Savassi, Universidade Federal de Ouro Preto
Docente da Universidade Federal de Ouro PretoNúcleo Pedagógico do Curso de Especialização em Atenção Básica e Saúde da Família Agora/ Nescon-UFMGPediatra, Médico de Família e Comunidade, Mestre e Doutorando em Saúde Coletiva/ Educação em Saúde
Hendrik Ranieri de Oliveira Carvalho, Universidade Federal de Ouro Preto
Discente da Universidade Federal de Ouro Preto
Felipe da Mota Mariano, Discente da Universidade Federal de Ouro Preto
Discente da Universidade Federal de Ouro Preto
Cezar Augusto Lamberti, Universidade Federal de Ouro Preto
Discente da Universidade Federal de Ouro Preto
Márcio Figueiredo de Mendonça, Universidade Federal de Ouro Preto
Discente da Universidade Federal de Ouro Preto
Gustavo Franco Yamana, Prefeitura Municipal de Ouro Preto
Médico da Prefeitura Municipal de Ouro PretoTutor do Internato de Atenção Primária da Universidade Federal de Ouro Preto
Rodrigo Pastor Alves Pereira, Universidade Federal de Ouro Preto
Docente da Universidade Federal de Ouro PretoMédico de Família e Comunidade,Mestre  em Saúde Coletiva
Publicado
06-01-2013
Como Citar
1.
Savassi L, Carvalho H, Mariano F, Lamberti CA, de Mendonça M, Yamana G, Pereira R. Proposta de protocolo de classificação de risco para o atendimento domiciliar individual na atenção primária. JMPHC [Internet]. 6jan.2013 [citado 18out.2019];3(2):151-7. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/153