Estresse entre graduandos de enfermagem de uma universidade pública federal: um estudo epidemiológico

  • Bruno Luciano Carneiro Alves de Oliveria
  • Maria de Oliveira Ferreira Filha
  • Cristine Hirsch Monteiro
  • Rodrigo Vianna Toledo Pinheiro
  • Carlos Leonardo Figueiredo Cunha Universidade Federal do Maranhão

Resumo

A saúde ocupacional dos estudantes de enfermagem é influenciada por situações estressantes decorrentes da elevada demanda física, intelectual e psicológica, da pouca autonomia diante do processo de ensino-aprendizagem e atividades clinicas próprias do curso. Desenvolveu-se um estudo descritivo, com abordagem quantitativa. A amostra aleatória sistemática (58 estudantes; 13,4%; Epi Info 6,0) foi caracterizada utilizando Inventário de Sintomas de Stress (Lipp e Guevara, 1994). Utilizando o software SPSS e interpretação do inventário Lipp (2002) para interpolar nossos dados. Foram encontrados 29,3% (n=17) sem stress e 70,7% (n=41) em estado de stress, onde 43,9% (n=18) apresentaram desgaste psicológico, 41,5% (n=17) somático e 14,6% (n=6) equivalência entre tipos de desgastes. Graduandos nas fases de alarme ou exaustão (7,3%) apresentaram desgaste psicológico. Entre os da fase de resistência (n=38; 92,7% identificados em stress) 44,7% (n=17) apresentaram desgaste somático, 39,5% (n=15) apresentaram desgaste psicológico. Os sintomas psicológicos foram referidos 75 vezes. Os sintomas físicos somente foram referidos pelos graduandos enquadrados na fase de resistência num total 100 vezes. Já entre os estudantes com uniformidade entre desgastes físicos e psicológicos (n=6), este tipo de sintoma foi referido 32 vezes. O estado de stress entre os estudantes de enfermagem representa o impacto que o organismo pode sofrer a nível psicológico, físico ou bioquímico aos estressores típicos da graduação. Os dados apresentados podem oferecer subsídios ao planejamento, desenvolvimento e busca de aprimoramento do processo ensino-aprendizagem em programas que ofereçam aos estudantes de enfermagem melhores condições de enfrentamento ao stress.
Publicado
06-01-2013
Como Citar
1.
Oliveria BL, Filha M de O, Monteiro C, Pinheiro R, Figueiredo Cunha C. Estresse entre graduandos de enfermagem de uma universidade pública federal: um estudo epidemiológico. JMPHC [Internet]. 6jan.2013 [citado 23jul.2019];3(2):72-9. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/141