Potencialidades e fragilidades da rede de atenção às urgências e emergências na V regional de saúde, Garanhuns, Pernambuco.

  • Bruna Maria Bezerra de Souza
  • Carla Calado de Vasconcelos
  • Danielle de Melo Tenório
  • Maria Gorethe Alves Lucena
  • Reila Leliana Tenório de Holanda

Resumo

Apesar dos esforços das políticas públicas de saúde em tentar absorver a demanda na atenção primária à saúde, a incapacidade desses serviços básicos de saúde, como também, a falta de estrutura das unidades de saúde e a reduzida oferta de serviços (muitas vezes de simples resolução), refletem no aumento da demanda aos serviços de urgência e emergência. Este ensaio visou analisar criticamente a rede de atenção às urgências/emergências na Região de Saúde de Garanhuns, Pernambuco. Servindo de base para a análise, dados relativos à região consolidados no diagnóstico promovido pela Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco foi utilizado. Finalmente, pôde se perceber que o aumento na demanda por esses serviços é crescente e na região não acontece diferente, pois sua rede ainda não contempla todos os níveis de atenção em urgência e emergência. As portarias existem, entretanto cabe aos gestores, as colocarem em prática e à população cabe a cobrança, através dos fóruns legítimos, conferências e conselhos municipais de saúde.
Publicado
01-02-2012
Como Citar
1.
Souza B, Vasconcelos C, Tenório D, Lucena M, Holanda R. Potencialidades e fragilidades da rede de atenção às urgências e emergências na V regional de saúde, Garanhuns, Pernambuco. JMPHC [Internet]. 1fev.2012 [citado 19jul.2019];2(2):41-5. Available from: http://jmphc.com.br/jmphc/article/view/108